Seja Bem Vindo ao Blog Trabalhadores da Luz

Esse Blog foi criado para divulgar as Mensagens Canalizadas do ARCANJO METATRON, SAINT GERMAIN, ARCANJO MIGUEL e todos os Mestres Ascensos e também para compartilhar novos conhecimentos recebidos.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

É chegada a hora de fortalecerem sua luz e sua fé





É CHEGADA A HORA DE FORTALECEREM SUA LUZ E SUA FÉ

Mensagem de Arcanjo Metatron

Canalização de Sandra M. Luz

25/08/2014


Amados Seres, EU SOU Arcanjo Metatron, o Senhor da Luz.

Vocês estão observando cada vez mais conflitos mundiais, calamidades e também estão vivenciando seus conflitos internos de uma forma mais intensa.
Para aqueles que não acreditam no poder da luz e do amor, tudo isto que vocês estão observando e sentindo tem o significado de “final dos tempos”.
Ao pensarem através dessa perspectiva não se fortalece a fé, o amor, a luz e vocês entregam seu poder maior para aqueles que não desejam que seja estabelecido o processo de evolução.
Durante muitos anos vocês foram alimentados com a ideia de que não tinham nenhum poder e de que só alguns “escolhidos” é que eram detentores de poderes capazes de definir suas vidas.
Mas a verdade sempre chega quando vocês se abrem para recebê-la.
Pouco a pouco, vocês foram sendo despertados para sua verdade interna, para sua divinidade, para sua unicidade.
Através do grande Plano Maior irradiações de luz e amor foram enviadas para que pudessem relembrar quem verdadeiramente são e o que estão fazendo aqui.
Amados, percebam que jamais estiveram sozinhos e desamparados, pois a luz e o amor sempre estiveram em vocês.
Se em algum momento sentiram-se desamparados e sozinhos, isto ocorreu porque não acreditaram no amor, na luz em seu interior e porque trouxeram para seu interior uma verdade que não era sua.
Quando você traz para seu interior uma verdade que não é sua, sua parte divina responde que não reconhece esta informação.
Como já compartilhamos, o processo de transição planetária está sendo estabelecido e, para isto, é necessária a contribuição de toda a criação.
Cada vez mais está sendo solicitada a elevação de suas consciências para que contribuam no processo de transição planetária.
Transmitimos informações para que pudessem assumir seus papeis neste processo de transição.
É chegada a hora de fortalecerem sua luz, sua fé e auxiliar despertando outros, transformando situações, destruindo conflitos, despertando o amor e a fé através da expansão de sua luz, de sua consciência.
Talvez alguns de vocês estejam dizendo: “O que devo fazer? Qual o meu papel?”
Estas respostas serão trazidas quando vocês colocarem suas sua mãos em seus corações e colocarem suas intenções puras de que querem cumprir suas missões.
Quando fizerem isto, estarão fazendo a conexão com suas partes divinas e, então, sentirão o que precisa ser feito.
Amados, vocês podem contribuir para que a luz, cada vez mais, seja irradiada dissolvendo conflitos, medo, dor, desrespeito, crueldade e tudo que não é reconhecido como sendo a frequência divina.
Não olhem para os conflitos com o sentimento de que nada podem fazer.
Sua luz e seu amor pode muito mais do que imaginam e é hora de mostrarem isto.
A dor do outro também é sentida em você, pois todos estão conectados.
Se desejarem encontrar paz, felicidade, harmonia e prosperidade, despertem o seu melhor, compartilhem o seu melhor.
Reconheçam o Deus que existe em vocês.
Esta é a verdade que compartilho.

EU SOU Arcanjo Metatron, o Senhor da Luz.

É permitido compartilhar esta mensagem em sites e blogs desde que seja respeitado o texto original e os créditos ao autor.

sandramluz2010.blogspot.com.br
sandramluz2011@gmail.com

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Inícios, términos e encerramento





INÍCIOS, TÉRMINOS E ENCERRAMENTO
Mensagem de Jennifer Hoffman
19 de Agosto de 2014


Algumas vezes, é preciso muito tempo, para que estejamos preparados para permitir que algo termine, mas, uma vez que achamos que estamos preparados, queremos avançar imediatamente. Concluímos com o velho e estamos preparados para novos inícios.

Mas eles nem sempre estão preparados para nós, ou não estamos tão preparados para eles, como achamos. Começamos a ver atrasos, coisas surgem, precisamos nos concentrar no que achamos que já concluímos, e ficamos frustrados. Não queremos mais estar neste espaço, estamos prontos para seguir em frente. Mas, será que estamos mesmo?


Estas “não conclusões”, os pequenos detalhes e situações irritantes que agora exigem a nossa atenção, parecem ser um desperdício de tempo, mas eles são realmente, uma parte importante de nossos novos inícios, porque eles estão onde constatamos tanto o encerramento, quanto o aprendizado final, que irão garantir que nossos novos inícios não incluam a energia do que queremos deixar para trás.

Eles são também o nosso “trunfo”, permitindo-nos permanecer um pouco presos, apenas no caso de precisarmos de uma desculpa ou oportunidade para mudarmos de idéia, se assim o quisermos.

Na década de 70, quando o divórcio se tornou mais aceito socialmente e as pessoas começaram a terminar os seus casamentos, elas eram aconselhadas a esperar alguns anos antes de se casarem novamente. Caso contrário, elas se arriscariam a se casar com o mesmo tipo de pessoa que elas tinham acabado de se divorciar.

Este foi um conselho sábio porque, como muitos descobriram, era verdade. Se elas não tivessem o tempo para fazer o seu trabalho de cura, para amarrar as pontas soltas em suas próprias vidas emocionais, elas iriam encontrar outro parceiro para ajudá-las com estas lições.

Ao invés de um novo começo, seu novo relacionamento seria um reflexo do velho e o que elas consideravam como um movimento para cima, era realmente um movimento lateral, porque elas não completaram o processo que era necessário para o verdadeiro encerramento.

Se não tivermos o tempo pra amarrarmos as nossas próprias pontas soltas, que sempre surgem para nós se elas fazem parte de nosso processo de encerramento, então nosso novo início se tornará um movimento lateral, e em vez de ascendermos para uma realidade mais gratificante e mais alegre, entraremos em algo que é muito similar ao que acabamos de sair. 

Se tivéssemos o tempo para completarmos o processo final, amarrando as pontas soltas que se apresentam (e elas sempre surgem), então, nós criamos novos inícios a partir do encerramento e estamos livres e desembaraçados para entrarmos em uma nova realidade.

Sabemos que temos pontas soltas quando o nosso progresso não acontece rapidamente. A um nível inconsciente, criamos os nossos próprios bloqueios através dos atrasos, acidentes, dramas e eventos surpresa que parecem surgir do nada. Estes são lembretes da “velha” energia que precisa ser eliminada antes que os nossos novos inícios, que são realmente novos, possam acontecer.

A um nível consciente, fazemos preparações para os nossos próximos passos e fazemos o melhor para permanecermos focados neste resultado e pensamos que os atrasos são sinais de que não merecemos, na pior das hipóteses, ou que não estamos preparados para a mudança, na melhor das hipóteses.

A verdade se encontra entre os dois – estamos preparados para as mudanças, mas precisamos cuidar de nossas pontas soltas em primeiro lugar, para que o nosso movimento seja à frente e não lateral.

As pontas soltas servem a outro propósito, mais oculto. Elas nos dão o tempo e o espaço que precisamos para mudarmos de idéia. Podemos usá-las como uma desculpa útil e conveniente para nos impedir de avançar. Ou, podemos usá-las como uma maneira de atrasar uma mudança para a qual não estamos muito preparados, ainda que não estejamos felizes onde estamos.

Se decidirmos que não estamos preparados para a mudança, uma difícil ponta solta poderá ocupar a nossa energia o suficiente para atrasar esta mudança, indefinidamente. 

Mas, se estivermos preparados para avançar, então, os atrasos irão nos ajudar a compreender como estamos cansados de estar neste espaço energético e nos obrigar a cuidar do que esteve nos mantendo neste espaço energético, definitivamente.

Por mais improvável que isto possa parecer, nós bloqueamos o nosso próprio progresso e interferimos, não importa o quanto queiramos um novo início. 

Embora possamos estar focados nos próximos passos e novos resultados, nosso desejo inconsciente por algo diferente é o que cria a nossa consciência de nossas pontas soltas, o negócio inacabado que temos que enfrentar antes que tenhamos, final e completamente, terminado algo.

Então, em vez de lhes permitir que sejam lembranças frustrantes de nossas falhas, estamos em melhor situação quando cuidamos de nossas pontas soltas, para que o nosso encerramento seja genuíno e completo, e abrimos o caminho para que nossos novos inícios ocorram.

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/08/inicios-terminos-e-encerramento.html
http://enlighteninglife.com/
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina e Stela.

LUZ!

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Liberte-se dos Contratos Familiares






LIBERTE-SE DOS CONTRATOS FAMILIARES
CÓDIGOS QUE IMPEDEM QUE SEJA SI MESMO


Os contratos familiares são uma espécie de “códigos” situados no mais profundo de nossas mentes, em forma de crenças e todo tipo de inibições que paralisam.

Marianne Costa conta que em determinado momento

de sua vida escreveu num papel de pergaminho: “sou uma fracassada”; depois, assinou-o com uma gota de seu sangue e o queimou.

No lugar em que fez isso, plantou uma flor e começou a desenhar sua realidade liberada dessa maldição (É um ato 'psicomágico', onde nos liberamos desses códigos que recebemos de nossa família).

Um contrato é um acordo entre duas partes que se comprometem a dar algo e a receber algo em troca.

Mas nem todos os contratos estão no papel, nem sequer são verbalizados ou tampouco estão no plano
da consciência.

Mais ainda, como no caso do nome, há contratos que aceitamos em desigualdade de condições, porque se 'selam' na mais tenra infância e a criança intui que o seu não cumprimento implica não ser querido, o que significa a morte.

Nosso cérebro mais primitivo nos dita a ordem de obedecer quando a ameaça é ser expulso do clã.

Estes contratos podem afetar nossos quatro egos:

Exemplos de contratos intelectuais:

Muitas das crenças que carregamos são contratos que mantemos com nossa árvore genealógica, ideias que nos transmitiram desde nossos bisavós e que não podemos questionar (Devemos nos desfazer de qualquer crença que não seja bela e útil para nós mesmos).

a) “Você será advogado como os homens prósperos dessa família" - (Em árvores genealógicas onde o artista é considerado um morto de fome, e que realmente não pode fazer mais nada).

b) “Nessa casa se fala a língua cristã" - Não me venha com ideia de estudar idiomas ... você só tem que falar uma língua: a materna.

c) “Você é desajeitado como sua mãe” - Uma profecia que atua como maldição e acaba se cumprindo.

d) “Na vida temos que deixar as coisas da forma como as encontramos" - Sinal de que a árvore parou de crescer e se desenvolver.

e) “Um filho nunca deve superar seu pai” - Uma loucura absoluta que se conecta com a neurose do fracasso.

Os contratos intelectuais são como as “ideias irracionais” descritas por Albert Ellis, raízes de nossas emoções perturbadas e comportamentos desajustados.

A psicogenealogia apresenta sua famosa e em muitos casos efetiva RET (Terapia Racional Emotiva), no sentido de que a família configura um esquema de crenças tóxicas que adotamos por lealdade e que se movem em quatro eixos fundamentais.

1) Se você não tem o que precisa, morre (“Se meu noivo me deixar, eu morro”). A herança tóxica é confundir necessidade com desejo. Se não comer, talvez morra, mas se quer um noivo e não o tem, prossegue-se vivendo…

2) Isto é terrível (“É terrível que eu tenha que cancelar minhas férias”). Excesso de autojulgamento. Não há, de fato, nada categoricamente mau o bom. Há fatos que nos causam maior ou menor dor. Se classificarmos os fatos dolorosos numa escala de 1 a 10 e no 10 colocamos a morte de um ser querido, que valor daremos ao cancelamento das férias?

3) Não suporto (“Não suporto a solidão”). Há situações que matam, insuportáveis. Crer que algo seja o limite entre a vida e a morte nos faz sentir agonizantes cada vez que isso acontece. Isso nos leva a preferir uma desastrosa relação amorosa à solidão, já que a solidão está proibida pela árvore, porque significa se aproximar da morte.

4) Se acontece algo desagradável, há um culpado e ele precisa ser condenado. A família nos ensina a julgar e buscar culpados em quem descarregar a responsabilidade do que aconteça, ou a culpar-nos a nós mesmos. Os acontecimentos são uma confluência de fatores, nada tem uma causa única. Se nos sentimos culpados por algo, o melhor remédio é uma fórmula com três elementos: aceitação, reparação e aprendizagem do acontecido, para evitar a possibilidade de repetir o mesmo erro no futuro.

Exemplos de contratos emocionais:

Costumam surgir em formato de inibições emocionais.
Muito associados aos níveis de consciência infantis…

a) "Não cresça" - "Quando ficar maior, um dia vai abandonar seus pais". Esta ordem vai mantê-lo na idade emocional de 10 anos para o resto de sua vida.

b) "Nós torcemos pelo Madrid" - A partir do seu primeiro mês de vida, a criança já é membro de um clube de futebol. Quando crescer, não terá escolha, senão gostar de futebol e se não torcer para o Madrid, será considerado um traidor ou um doente.

c) “Não seja estúpido, não arranje namorada” - Fique com a mamãe ... ela não te trairá.

e) "O casamento é para toda a vida" - Ninguém jamais se divorciou nesta família, nós somos muito religiosos.

Os contratos emocionais nos ligam fortemente ao passado e fomentam relações baseadas na dependência emocional. Dissolver estes contratos é abrir afinal a porta da liberdade de amar, num nível de consciência superior.

Exemplos de contratos da libido:

Aqui estão todas as inibições sexuais e criativas:

a) “Teatro-música-pintura são perda de tempo” - É como dizer que você não deve dedicar-se a coisas que não são rentáveis …

b) "Essa relação não combina com você" - Podemos perguntar: quem realmente não combina com você?

c) "Você vai se casar aos 25 anos e 26 terá sua única filha" - Este poderia ser um contrato inconsciente que se repete de geração em geração. Um projeto que árvore nós dá.

d) "A mulher que expressa desejo sexual é vagabunda” - Se o sexo da mulher é apenas um instrumento de procriação, se deve proibi-la de ter prazer com sua energia da libido e, finalmente, com a criação e a vida.

A proibição da homossexualidade e das práticas sexuais que não existem no diretório da árvore, são também contratos, cuja violação nos bloqueiam a libido ou nos fazem sentir culpados e merecedores de punição se não "sairmos ao molde".

Exemplos de contratos materiais:

Inibições econômicas.

Precisamos encontrar as características que nos afastem da violência, medo e culpa...

a) “Você é idêntico ao seu avô” - E assim um dos ancestrais toma posse do filho.

b) “Não aperte os botões, pois vai quebrá-los” - Quando não o deixam tocar em nada é porque você não tem espaço.

c) "O dinheiro é pecado" - Se acreditamos que o dinheiro é sujo, quando o ganhamos isso gera uma grande quantidade culpa.

d) "Quem se arrisca não petisca", "Mais vale um pássaro na mão que dois voando", "Mais vale o mal conhecido que o bem por conhecer" ... Abandonar território conhecido é uma deslealdade imperdoável e temos um medo ancestral em não ser readmitido no clã.

Tudo isso nos exorta a nos acomodarmos com um parceiro que já não contribui em nada, um trabalho insatisfatório, uma casa que não é um lar e também a um banco, um grupo de amigos, etc.

Instalados num território para sempre, porque fomos ensinados que correr riscos é perder tudo, ao invés de sermos encorajados a seguir nossos desejos como um tão sábio de caminho de transformação.

Os contratos se cumprem por lealdade, mas também por medo das conseqüências.

Digamos que haja um medo de punição, de que essas previsões (maldições) se realizem: "Se se divorciar, você ficar mal vista", "Se você se tornar um artista, viverá na pobreza".

Um ato psicomágico para curar esse tipo de medo do fracasso embutido pelos pais, consiste na representar estas previsões, metaforicamente, diante deles.

Alejandro Jodorowsky nos diz em suas 10 receitas para a felicidade, "não há maior alívio do que começar a ser o que você realmente é. Desde a infância, nos impõem destinos alheios. Vale lembrar que não estamos no mundo para realizar os sonhos de nossos pais, mas o nosso."

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar.
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/08/liberte-se-dos-contratos-familiares.html
http://contoamericano.blogspot.com/



Nota Stela - veja tambem OS DEZ DECRETOS DE ARCANJO MIGUEL para a revogação de votos em:

http://stelalecocq.blogspot.com.br/2010/07/os-dez-decretos-de-arcanjo-miguel.html

LUZ! 

Gratidão Stela.

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Você é o foco da sua felicidade





VOCÊ É O FOCO DA SUA FELICIDADE

 Sandra M. Luz
12/08/2014



A maioria de nós recebemos a informação que tudo que desejávamos estava fora de nós e isto nos estimulou a focar apenas no externo, fora de nós.

Ao fazermos isto, fomos cada vez mais nos distanciando de nós mesmos e, com isto, não percebemos o que trazíamos para nosso interior e o que isto estava nos causando.

Fomos cada vez mais olhando para nosso externo e acreditando que esta era a nossa única verdade.

Só então quando começamos a perceber alguns sinais divinos para nos ajudar, trazidos pelo desconforto físico, emocional, mental e espiritual é que começamos achar que algo errado estava acontecendo com nosso interior. E, mais uma, vez fomos buscar a solução fora de nós.
Utilizamos algumas técnicas, ouvimos conselhos, mas a grande resposta para as nossas aflições internas estava bem próxima de nós, em nosso interior.
Uma conversa sincera com seu interior traria as respostas certas e também a ajuda para resolver todas as questões.
Eu costumo dizer, que bom que existem estes sinais em nosso interior.
Quando começa a prestar atenção em você, toma consciência de como responde a cada situação e quando filtra o que coloca em seu interior, descobre o quanto é importante cuidar de si e nutrir-se de coisas boas.
Ao focar em si irá perceber que a única pessoa que pode saber o que está acontecendo dentro de você é apenas você.
Outras pessoas podem imaginar, dar sua opinião, mas o que está ocorrendo em você somente você irá sentir e experimentar.
E o amparo divino é tão perfeito, que o que necessitamos para nossa felicidade e equilíbrio pode ser encontrado, ativado e alimentado dentro de nós.
Não precisamos de uma técnica específica, só precisamos conversar com nosso interior como conversamos com uma amiga (o), falar o que está sentindo e ouvir as respostas daquele que mais lhe conhece, seu Eu Interno.
Mas você pode ir além, pois quanto mais estabelece esta comunicação, mais ela se fortalece e as respostas passam a vir mais fáceis e mais rápidas.
Sim, quando você se abre, silencia a mente para ouvir seu interior, confia nas respostas que recebe, abre seu campo para que mais ajuda chegue até você.
Quando você pensa, sente ou faz algo, está emitindo uma informação para seu externo e esta vibração irá buscar uma resposta que retornará a você. Portanto, se estiver pensando positivamente, confiando que será ajudado, isto ocorrerá.
Hoje vejo o quanto é importante selecionar o que pensamos, sentimos e fazemos porque isto trará exatamente a mesma energia que irradiamos.
E então me lembro dos nossos irmãos estelares que dizem que não precisamos fazer força, só precisamos vibrar, enviar a informação do que desejamos prestar atenção nos sinais e ir em direção aos nossos objetivos.
Se você deseja ser feliz, precisa fazer algo por si, precisa buscar aquilo que lhe traz felicidade.
Dizer que “é difícil” é o mesmo que dizer “não quero ser feliz”.
Deus foi tão amoroso e perfeito, que colocou dentro de nós tudo que iríamos precisar para sermos felizes.
Quanto mais focar em si, mais terá o controle de sua vida e também atrairá o que lhe traz felicidade.
É simples assim, você é o foco da sua felicidade.

É permitido compartilhar esta mensagem em sites e blogs desde que seja respeitado o texto original e os créditos ao autor.

sandramluz2010.blogspot.com.br
sandramluz2011@gmail.com



terça-feira, 29 de julho de 2014

Confiar - o poder que transforma sua vida




Confiar – o poder que transforma sua vida.


Sandra M. Luz

28/07/2014


Estava descansando um pouco, mas meus pensamentos continuavam conectados com os Mestres e os Irmãos Estelares. Já me acostumei com isso, sinto que esta é a melhor companhia que posso ter.

Comecei a relembrar de toda a minha trajetória antes e depois de minha conexão com Arcanjo Metatron.

Como todos vocês, eu passei por muitas situações: perdi família, amigos, distanciamento dos parentes, perdi bens materiais, perdi tudo, literalmente me senti sozinha e desamparada.

E talvez exatamente no momento que soltei, que me entreguei mais fortemente a Deus, minha vida começou a tomar outro rumo.

Pouco a pouco fui fortalecendo minha conexão com Deus. Mesmo sem saber, o tempo todo ELE estava me conduzindo com seu imenso amor.

Lembro-me a primeira vez que senti que Deus estava respondendo aos meus questionamentos. Eu estava dentro de uma sala de meditação e senti o quanto ELE estava próximo.

Arcanjo Metatron teve muita paciência comigo e em meu primeiro contato com Ele, perguntei o que queria comigo, pois com o seu poder não precisa de ninguém. Quando disse que minha missão era despertar o Amor e a Fé na humanidade, disse a Ele que tinha se enganado, que eu não era a pessoa que Ele estava procurando e então me respondeu: o Criador jamais se engana.

Pouco a pouco Ele foi me ensinando como um verdadeiro Mestre e eu não tinha a mínima noção de meu verdadeiro papel e do quanto minha vida iria se transformar.

Como todo aprendiz, sofri. Porque sempre resistimos muito às mudanças, ainda que elas sejam benéficas em nossas vidas. Só descobrimos que as mudanças sempre são benéficas quando soltamos e vamos encarando nossa nova realidade.

Muitas vezes Metatron me disse “confie”, mas eu não queria soltar as rédeas de minha vida, mesmo sabendo que eu queria muito que alguém me ajudasse.

Então Ele foi com toda sua sabedoria e amorosidade me orientando o que deveria fazer. Cada dia uma lição e também um desafio. Perdi a conta de quantas vezes tremi diante das pessoas. Parecia que o meu coração ia sair pela boca, mas Ele estava ali junto de mim, e quando Ele assumia na canalização, tudo passava, o medo, a preocupação, a expectativa, e uma imensa paz inundava todo meu ser. Uma paz que eu queria sentir o resto de minha vida.

As lições foram ficando cada vez mais difíceis e eu fui pedindo cada vez mais auxílio da luz.

Às vezes as pessoas pensam que “ser canalizadora” nos impede de sofrer, mas eu diria que ser um canal nos exige uma reforma íntima constante.

Somos mais cobrados por tudo o que fazemos. As pessoas buscam através de nós, canais, as respostas para suas perguntas.

Hoje entendo que todo trabalho que fiz internamente me permitiu ser o que sou, e que todos podem também fazer esta reforma íntima e galgar seus próprios degraus.

Lembro-me de Metatron me dizendo que não tenho o controle sobre as pessoas, eu só tenho o controle sobre mim, portanto, só posso fazer a minha parte, a parte do outro é do outro. Isto me deixou mais serena, pois aprendi que sempre faço o meu melhor e o outro também faz o seu melhor.

Mas gostaria de compartilhar um sentimento que vem me trazendo muita paz: confiar, soltar, deixar que minha própria vibração faça as transformações em mim e fora de mim. Permitir que minha luz fortaleça a luz no outro.

Não preciso levantar nenhuma bandeira, anunciar que estou ajudando alguém, só preciso irradiar luz e amor, e estas energias poderosas chegarão onde for necessário.

Os Mestres e os Irmãos Estelares dizem que não precisamos fazer força, que precisamos aprender a estar numa frequência mais sutil e confesso a vocês que experimentar estas energias mais sutis nos deixa mais focados no que verdadeiramente é importante para nós.

Nosso tempo está mais curto e isso nos sugere usá-lo para coisas, situações e pessoas que verdadeiramente são importantes para nós.

Os obstáculos e os desconfortos são mecanismos para nos mostrar que só precisamos mudar o caminho, apenas isto, e quando soltamos e confiamos, de uma forma milagrosa este caminho aparece.

Se você deseja ser feliz, coloque sua intenção pura do que você quer, solte, confie, deixe o sincronismo agir em sua vida. Você verá que se sentirá mais em paz e tudo irá fluir melhor em sua vida.

Sinto-me feliz em compartilhar com vocês estas informações. Espero que confiem em seu poder interno e no Poder Maior que nos protege sempre.

EU SOU Sandra M. Luz.

É permitido compartilhar esta mensagem em sites e blogs desde que seja respeitado o texto original e os créditos ao autor.







segunda-feira, 28 de julho de 2014

Mudanças na Lua Nova em 26 de Julho




MUDANÇAS NA LUA NOVA EM 26 DE JULHO
Mensagem de Selácia
25 de Julho de 2014


Você gostaria de energizar uma fase totalmente nova de sua vida, ou encontrar uma maior clareza sobre algo que já terminou?

Nossa lua nova, em 26 de Julho, é um momento excelente para colocar o seu foco ativo nos novos inícios e se interiorizar para uma maior compreensão dos recentes eventos da vida. Isto é especialmente verdadeiro para qualquer coisa que realmente fale ao seu coração e lhe permita se expressar de uma maneira autêntica.

A chave agora, durante o período que conduz à lua nova e a este final de semana, é entrar em sintonia com você e com as coisas que o ajudam a entrar em contato com o seu coração e à paixão da vida. 

Da mesma forma, convide a sua sabedoria superior a lhe mostrar questões sobre o passado recente, ou até mesmo o presente, que estejam interferindo com a sua autêntica expressão. Contemple estas coisas agora e ao longo dos próximos dias.

É bem provável que você tenha experienciado inúmeros eventos caóticos e desalentadores em 2014.

Se for como a maioria das pessoas, você teve desapontamentos e sentiu insegurança em mais do que uma ocasião, enquanto passava por nossos recentes ciclos desafiadores e imprevisíveis.

Estes ciclos difíceis fazem parte do pacote de energias transformadoras que estão afetando toda a humanidade durante estes tempos.

Eles podem parecer implacáveis, mas, de fato, a partir de uma perspectiva mais elevada, sua própria persistência ao longo do tempo é parte do que está ajudando a mudar a humanidade para frequências mais elevadas de amor.

É isto o que você quer, afinal: viver em um mundo onde todos sejam valorizados e honrados.

CICLOS MAIS SUAVES

Entre as energias de mudança mega globais destes tempos, estão ciclos mais suaves, como a onda de expansão que chegou neste mês. Esta energia pode se parecer com uma suave brisa em sua pele, ajudando-o a ser mais otimista e em conexão com as oportunidades que estão chegando a sua porta.

Cada uma destas oportunidades vem com algum tipo de mudança. Sua tarefa, como um agente de mudanças divino, é se reconciliar com o processo da mudança. Isto inclui o tipo de mudança inexorável e iminente que impede a pessoa da auto-realização.

Para a pessoa comum, viver com uma infinidade de mudanças iminentes – muitas das quais não são do seu convite – torna-se difícil de suportar.

A pessoa oprimida, então, coloca inconscientemente um sinal de parada energético para o mundo e bloqueia as próprias oportunidades que ela deseja desesperadamente.

OLHE PARA SI MESMO DE UMA MANEIRA NOVA

Nesta lua nova, decida-se que irá olhar para si mesmo de uma nova maneira, com uma perspectiva atualizada que fatora o seu crescimento e por que você está vivo agora. Certamente, você não é uma pessoa comum. Você tem uma centelha divina única, para expressar-se de uma maneira que ninguém pode.

Você não precisa ter o resto de sua vida planejada para expressar o que o torna distinto. Não é necessário ter um trabalho específico alinhado ou ter uma alma gêmea ao seu lado para expressar os seus dons. Não espere.

Trabalhe com o que você tem.
Trabalhe com quem você é, além do que o mundo lhe diz o que você é.

Trabalhe de uma maneira multidimensional com o seu eu eterno, vivo agora para oferecer contribuições extraordinárias à humanidade e à Terra.

Trabalhe com a sua sabedoria interior inflexivelmente.

Interiorize-se regularmente, ainda que não esteja consciente de qualquer resposta.
Inquira-se de qualquer maneira.

Lembre-se de que até nas horas mais sombrias há uma luz resplandecendo e brilhando intensamente.

Você é esta luz.

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/07/selacia-mudancas-na-lua-nova-em-26-de.html
www.Selacia.com
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina e Stela.

LUZ!

terça-feira, 22 de julho de 2014

Ensinamentos de meu Mestre querido







Ensinamentos de meu Mestre querido.

Sandra M. Luz

22/07/2014


Este mês de julho estamos sendo convidados a viver numa frequência mais lenta. Como nada é por acaso é hora de fecharmos a janela para o externo e começar a curtir nossa casa interna.
É hora de ver as coisas por um ângulo mais observador, de uma forma mais focada.
Talvez algumas pessoas digam que não estão sentindo isto, mas se observarem com mais carinho, perceberão que a vontade de ficar consigo ficou mais evidente.
Desde que inicie meu trabalho com Arcanjo Metatron minha vida deu um giro de 180 graus e fui aprendendo lições importantes com Ele.
Hoje senti vontade de compartilhar pelo menos três ensinamentos extremamente valiosos, que vem transformando minha vida. E desejo que também transforme  sua vida.

1º Ensinamento Viva sem expectativa – Ele me dizia que eu não deveria esperar nada de ninguém, fazer apenas a minha parte e deixar as coisas fluírem.
2º EnsinamentoUse o Poder de Sentir para filtrar o que é bom para você, o que realmente é sua verdade divina.
3º EnsinamentoConfie que existe uma Poder Maior que lhe protege e ajuda.
Viver sem expectativa tem me ajudado profundamente a seguir meu coração e fazer o que sinto que tenho que fazer sem esperar nada de ninguém.
Sentir cada informação que chega tem fortalecido o amor e o respeito por mim e tem trazido a minha verdade interna, a parte divina que existe em mim.
Confiar foi o que mais ouvi de Arcanjo Metatron e sempre que fiz isto recebi toda ajuda que necessitei.
Agora venho alimentando outro ensinamento: "viver com mais leveza", deixar que a minha vibração transforme meu interior e meu exterior.
Nossos irmãos estelares dizem que temos que parar de fazer esforço e harmonizar nossa frequência e venho descobrindo que isto ajuda tanto. É como se estivesse vivendo um mundo paralelo, onde estou vendo de fora as situações e isso me permite pensar, sentir e agir de uma forma mais consciente.
Talvez algumas pessoas estejam perguntando: por que ela esta compartilhando isto? E a resposta é simples: eu aprendi que quanto mais eu compartilho, mais eu aprendo mais eu alimento o meu melhor e  o melhor no outro.
É muito bom você sair do turbilhão de crenças erradas e poder sentir uma leveza em suas ações, uma paz interna e a certeza que tudo fluirá bem, porque é isto que eu acredito.
Convido você que esta lendo esta mensagem que desacelere sua mente e sinta o que verdadeiramente é importante para você e não tenha medo de mudar sua vida. O processo de evolução é feito de mudanças, transformações e sempre teremos as respostas e ajuda que necessitarmos.
Siga em frente, há muita coisa boa para ser vivida.
Confie, solte e deixe o sincronismo, Deus e o Universo ajudarem você.
Minha eterna gratidão a Deus, a Arcanjo Metatron, Arcanjo Miguel, Saint Germain, Irmãos Arcturianos, Irmãos Pleiadianos, Irmãos de Órion e a você que me permitiu compartilhar o que aprendi.
Eu já plantei minha semente e os frutos já estão crescendo através das pessoas que estão transformando suas vidas.
Agora é sua vez, ajude a transformar a vida de outros através de você.
EU SOU Sandra M. Luz.
É permitido compartilhar esta mensagem em sites e blogs desde que seja respeitado o texto original e os créditos ao autor.









quinta-feira, 17 de julho de 2014

As obrigações do ser e fazer



AS OBRIGAÇÕES DO SER E FAZER
Mensagem de Jennifer Hoffman
16 de Julho de 2014


Por que é que a alegria que você pode sentir em sua vida é diminuída quando você encontra alguém que está triste?

Como pode ser feliz em um momento e, então, sentir-se culpado por estar feliz quando está ciente da dor de outra pessoa?
  
É errado você desfrutar da abundância e da prosperidade quando outros estão experienciando a limitação?

Você se envergonha do seu sucesso quando sabe que outros estão lutando?

Quais são as suas obrigações para com os outros e como pode ser um apoio e um farol de luz se você não compartilha do seu atual estado de ser?

É uma questão de entender as suas obrigações de fazer e de ser.

A confusão surge quando você acredita que o seu ser está centrado ao redor do que você faz e para que você seja a luz para os outros, deve também apoiá-los a refletir as suas próprias bênçãos.

Isto cria a crença de que você tem uma obrigação de fazer para os outros, de modo que eles possam desfrutar do mesmo tipo de vida que você criou para si mesmo.

Embora possa ser uma fonte de iluminação para os outros, você não pode ser a Fonte deles de iluminação.

Não há promessa de sucesso ou de abundância na vida, somente que há um potencial de desfrutar da abundância ilimitada e das bênçãos em todas as coisas, quando este é um caminhoescolhido.

Suas obrigações de fazer, o que você faz em sua vida e com a sua vida, estende-se somente ao seu caminho de vida. Tudo o que você faz em sua vida lhe serve e ao seu aprendizado, à sua cura, ao seu crescimento e a sua transformação.

Sua jornada é a sua própria criação, é o seu próprio caminho de cura e tudo nele é parte do que você está fazendo para si mesmo. O que você faz para os outros ou no interesse deles, não lhe serve, a menos que seja feito em cumprimento de sua lição.

A lição mais poderosa que você pode aprender é que você não é responsável pela alegria ou pela dor dos outros, pelo seu aprendizado ou cura, e eles não são responsáveis pelos seus. É esta obrigação que tem criado vidas de Karma e você as libera quando aceita que todos são soberanos em seu caminho, como você é no seu.

A jornada compartilhada da humanidade é uma experiência completa de ascensão e cada caminho individual dentro dela, leva à luz, da sua própria maneira. Nenhum caminho é mais importante e cada pessoa tem o seu próprio caminho para criar e seguir.

Sua obrigação de ser para a humanidade é estar em sua verdade, expandir-se para a expressão mais elevada de sua energia, e experienciar o pleno potencial de sua luz. Sua cura e aprendizado se tornam um potencial para os outros, quando eles podem entrar em ressonância com ele, por si mesmos.

Não há líderes: somente pontos de ressonância e de alinhamento.

Não pode haver seguidores quando cada pessoa reconhece que ela se conduziu na vibração e na frequência de luz que ela pode experienciar.

Há mestres e estudantes, mas cada pessoa é tanto o mestre quando o aluno e ambos ensinam e aprendem, é tanto aquele que experiencia, como a experiência, pois todos com quem estejam alinhados podem ter esta experiência.

Há uma profunda diferença entre piedade e compaixão e a sua obrigação se estende à compaixão, o que requer desprendimento e aceitação, mas não a energia da piedade, o que acontece quando você sente a responsabilidade pelo caminho dos outros, quando você acredita que tem uma obrigação de garantir a felicidade deles, ou de se sentir responsável para criar resultados que você acredita que eles não podem criar sozinhos.

Sua luz resplandece cada vez mais quando você está em sua energia mais elevada, experienciando a sua maior alegria, vivendo a vida mais gratificante que pode criar para si mesmo. É quando você é o mais capacitado, e também que é a mais poderosa fonte de luz do mundo.

Você tem uma obrigação com a Fonte que é parte do seu caminho, mas não de ser a fonte para aqueles a quem você julga como fracos ou impotentes.

Todos são uma centelha da luz divina da Fonte e todos são igualmente poderosos.

Ao ser uma luz para o mundo, a luz mais brilhante que pode ser e através da força do seu ser, você iluminará um caminho para que outros possam escolhê-lo e você poderá experimentar a alegria e a satisfação que estão alinhadas com o seu próprio caminho de iluminação, de expansão e de ascensão.

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar.
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/07/as-obrigacoes-do-ser-e-fazer.html
http://enlighteninglife.com/
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina e Stela.

LUZ!